O COPOM decidiu, por unanimidade, hoje reduzir a taxa SELIC em 0,5 ponto percentual.

http://cbn.globoradio.globo.com/editorias/economia/2011/10/19/EM-MEIO-A-CRISE-FINANCEIRA-COPOM-DECIDE-BAIXAR-JUROS-PARA-115-AO-ANO.htmO mercado anda desconfiado dessas reduções em momentos de inflação subindo. Também acho estranho.Devo considerar que os juros estratosféricos brasileiros são como a jabuticaba mesmo.Veja como repercutiu nesse início de noite a redução da taxa básica de juros.
http://www.bcb.gov.br/

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5423500-EI294,00-Sem+surpresas+Copom+reduz+Selic+em+mais+ponto.html
http://veja.abril.com.br/noticia/economia/repercussao-copom-corta-selic-em-0-5-ponto-para-11-50-ao-ano

Quando os especialistas questionam a queda de juros é simples de entender:A redução dos juros básicos pode levar a uma redução dos juros dos empréstimos às firmas e às pessoas e aquecer o consumo. Como já estamos com uma inflação acumulada de 12 meses na casa dos 7% enquanto que a meta é de 4,5%.Assim vai ser muito difícil ou quase impossível cumprir a meta de inflação.

Alguns engraçadinhos dizem que a inflação não é tão ruim assim. Não? Pela Regra de 72 (Regra prática segundo a qual o número de anos necessários para uma quantia de dinheiro dobrar de valor é aproximadamente igual ao número 72 dividido pela taxa de juros/ano a ser aplicada).

Aqui sugiro consultar o site do Prof. Dr. Cristiano Costa http://www.cristianomcosta.com/ para confirmar com um especialista da área sobre inflação e seus efeitos danosos no conjunto da economia.
Ela corroe a renda das pessoas, empobrecendo principalmente quem ganha mesmos. Reduz os ganhos dos investimentos. Inflação é um horror. O Brasil venceu a inflação em 1994 como plano real. http://www.fazenda.gov.br/portugues/real/planreal.asp

Essa foi uma das maiores conquistas da sociedade brasileira em muitas décadas.

Ninguém tem saudades da inflação.